sábado, 22 de agosto de 2009

Poeta

Às vezes fico remoendo
O poeta em mim
E encontro
Uma voz
Que responde
Em letras e números:
Os vejo como gestos!
Naquilo que sempre busquei
Não há silêncio que caiba.

20/08/2009

Um comentário:

To no BBB8 disse...

Como sempre me surpreendo com "O criador" que há em você! Parabens...